Cresce busca por profissionais responsáveis pela comunicação das organizações

endomarketing

O endomarketing ou comunicação interna é parte fundamental das empresas que desejam estabelecer um clima de trabalho agradável entre seus colaboradores. Geralmente é realizado a partir de uma integração entre as áreas de recursos humanos e de marketing. Muitas empresas já perceberam que o sucesso do negócio depende do trabalho desempenhado pelos colaboradores e que prezar pela qualidade de vida e bem-estar dos funcionários deve ser prioridade máxima.

Dessa forma, a demanda por profissionais capazes de traçar estratégias comunicacionais e implantar soluções que façam com que os colaboradores tenham maior engajamento e dedicação às empresas tem crescido. Segundo pesquisa realizada no ano passado pela Aon Hewitt, especializada na elaboração, análise e administração de programas de benefícios, empresas que possuem um alto nível de engajamento entre funcionários são 78% mais produtivas e 48% mais rentáveis. O levantamento, feito com 400 mil profissionais em 258 organizações do planeta, apontou ainda que um colaborador desengajado pode custar caro para a empresa. De acordo com o estudo, apenas quatro em 10 colaboradores no mundo estão engajados na sua empresa.

Entre as principais funções do profissional de endomarketing destacam-se planejar a comunicação interna, criar engajamento entre funcionários, realizar pesquisas de satisfação, comunicar resultados, implantar uma cultura organizacional e promover melhorias no dia a dia dos colaboradores. Quem tem interesse em atuar na área deve possuir habilidade para a gestão da informação interna e externa das organizações. Outro diferencial é ser comunicativo, pró-ativo, interessado, curioso e ter interesse pelas mudanças no mundo.

Engajar funcionários e fazer com que eles tenham vínculo com a empresa, no entanto, não é tarefa fácil. Por isso, é importante investir na formação profissional. A UPIS oferece a graduação em Tecnologia em Comunicação Institucional, que tem como objetivo a formação de um profissional com competências e habilidades centradas na produção, planejamento e gestão da comunicação. Com duração de apenas quatro semestres, o curso proporciona ao aluno a capacidade de analisar o mercado, pesquisar tendências, realizar diagnósticos de como a comunicação ocorre e apresentar melhorias na sua realização.

O curso agrega ainda conhecimento para que o profissional tenha a habilidade de aproximar a organização com a imprensa e mídia em geral, produzir conteúdos diversos, inclusive para web e elaborar produtos de comunicação voltados para a promoção da empresa. O aluno estuda, entre outras, as disciplinas História dos Meios de Comunicação, Teorias da Comunicação, Comunicação de RH, Cultura e Comportamento Organizacional, Comunicação Mercadológica, Desenvolvimento de Produtos para Rádio e Televisão e Assessoria de Imprensa. Saiba mais sobre o curso!

Fonte: Employee Engagement Database – Aon Hewitt 2012

 

 

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Comunicação Institucional e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>