Estudantes criam caixa de papelão mais prática e sustentável

A Rapid Packing Container pode ser aberta apenas apertando sua tampa, usa cerca de 15% menos papelão do que a comum e ainda dispensa a fita adesiva

caixa-papelao-futuro

Você já parou para pensar que a caixa de papelão é um objeto que pode ser melhorado? Nunca lhe ocorreu que há papel demais e que as fitas que a enrolam dificultam sua abertura e fechamento? Pois dois estudantes de engenharia conseguiram 2,6 milhões de views no Youtube repensando as caixas de papelão.

Henry Wang e Chris Curr, da Escola de Engenharia Albert Nerken, postaram um vídeo demonstrando um novo invento: uma caixa de papelão mais barata, mais fácil de abrir, fechar, que utiliza menos papelão, que é transportada de maneira mais simples e que é facilmente reciclável.

Para entender, é recomendável ver o vídeo abaixo, mas, para se ter uma ideia da simplicidade e da eficácia da invenção, basta dizer que esta caixa de papelão pode ser aberta apenas pressionando sua tampa. Além disso, ela usa cerca de 15% menos de papel que uma caixa de papelão normal. Ah, e não usa fita adesiva também.

O projeto agora busca parcerias de fabricantes de caixas de papelão para comprovar a viabilidade da ideia no mundo real (será que um objeto assim resiste aos solavancos do transporte postal, por exemplo?).

Enquanto isso, o vídeo dos estudantes segue correndo o mundo.

Confira aqui

Via Ciclovivo

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Estudantes criam caixa de papelão mais prática e sustentável

  1. Nossa, muito interessante e inteligente essa ideia. Quem criou realmente fez uma grande descoberta. Otimizar o uso de um produto tão presente no nosso cotidiano foi uma excelente pedida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>